O Nosso Jornal
NJ Login
Login :
Senha :


Cadastre-se


Busca
 

Menu
 

Parcerias

Bergamais Supermecado
Tudo o que você precisa
Veja mais


BravosCar
O Melhor para você e seu carro.
Veja mais


Dom Bosco
Berçário ao Encino Médio
Veja mais


Colégio Nova Cachoeirinha

Veja mais


Comércio de Materiais p/ Construção Pery Ltda

Veja mais


Esperança

Veja mais


Auto Posto Amma

Veja mais


Colégio Tecla
Conhecimento em primeiro lugar!
Veja mais

 

Bancos municipais de leite materno precisam de doações

Enquete
Qual a sua área preferida em O Nosso Jornal?
Mensagem da 1ª página:
31%
Repórter Peri:
20%
Classificados:
12%
Você é o Repórter:
9%
Outros:
8%
Turismo:
7%
Imóveis:
7%
Culinária:
6%
 

Matérias

Bancos municipais de leite materno precisam de doações
O Hospital e Maternidade Cachoeirinha, aqui na Zona Norte...
Confira...


Ferramenta on-line para empreendedorismo, inédita no Brasil
Metodologia, que já atingiu mais de 500 empreendedores...
Confira...


Marcas de batom no banheiro
Numa escola pública estava ocorrendo...
Confira...


Mensagens e considerações
A minha família...
Confira...


PDF
Jornal em PDF
Confira...

 



O Hospital e Maternidade Cachoeirinha, aqui na Zona Norte, é um dos Três hospitais na cidade que recebe coleta destinada a
recém-nascidos internados em UTIs neonatais. Em meses mais frios as contribuições caem cerca de 50%

Os bancos municipais
de leite materno
precisam de doações para
atender a recém-nascidos
internados em UTIs neonatais.
Os três hospitais da
rede municipal que possuem
o serviço recebem
mensalmente apenas 97
dos 400 litros necessários a
tratamento de bebês nascidos
com baixo peso ou prematuros.
Nos meses mais
frios, no outono e inverno,
e nas férias e festas de final
de ano, os estoques dos
bancos de leite na Capital
caem cerca de 50%. “A doação
de leite é importante
para quem doa e para quem
recebe.
A mulher que doa
mantém a produção
de leite, pois quanto
mais leite é coletado,
mais o organismo
produz. Além disso,
o leite humano é o
alimento mais completo
que um bebê
prematuro ou enfermo
pode receber,
porque tem todos
os nutrientes necessários
para o desenvolvimento
adequado e saudável”,
explica a enfermeira
Renata Giesta, coordenadora
do Programa de Coleta de
Leite Humano Domiciliar.
Toda mulher que
amamenta está apta a doar
leite. O procedimento para
contribuir é muito fácil. A
doadora cadastra-se no programa
e, antes do início da
doação, é feita uma coleta de
exames. Então, a mãe recebe
via e-mail uma rotina de procedimentos
para a retirada
e armazenamento adequado
do leite.
A maternidade fica
à disposição para esclarecer
todas as dúvidas por
telefone.
Outra facilidade são
as coletas realizadas em parceria
com o Serviço de Atendimento
Móvel de Urgência
(Samu-SP). Uma ambulância
identificada com o slogan
“Doar Leite Materno Salva
Vidas” vai às casas de mães
cadastradas pelos hospitais
e recolhem as doações.
Atualmente, os três
serviços de banco de leite
humano da cidade têm 71
doadoras cadastradas.
Você mulher, que
reside aqui na Zona Norte
e que quer participar deste
programa pode obter maiores
informações na Maternidade
Cachoeirinha Telefone:
3986-1011
Fonte: Secretaria Especial de Comunicação
PMSP






 

 

     
© 2008 O nosso jornal by Andrey Bobowski todos os direitos reservados